Câmara de Muriaé aprova projeto que classifica área de 10 mil hectares como Patrimônio Hídrico

data 29/11/2018

Texto é de autoria do Executivo e foi motivado por moradores do distrito de Belisário. Eles querem impedir a exploração de minério no local.


A Câmara Municipal de Muriaé aprovou em sessão desta terça-feira (27) a instituição de uma área de mais de 10 mil hectares como Patrimônio Hídrico do Município.

O espaço fica no distrito de Belisário e abrange o limite da cidade com Miradouro, Ervália e Rosário da Limeira.

O projeto é de autoria da Prefeitura e substitui outro texto que tinha o mesmo objetivo, do vereador Jair Abreu (PT).

A área foi delimitada por estudos acadêmicos, que chegaram ao Executivo e ao Legislativo após envolvimento dos moradores e lideranças do distrito.

Eles reivindicam garantias contra a exploração de minério no local, que deve servir para preservação da região, promoção da sustentabilidade e ainda para impulsionar o envolvimento social na construção de uma política municipal de proteção dos recursos hídricos, conforme o Executivo.

O texto segue agora para sanção do prefeito da cidade, Ioannis Konstantinos Grammatikopoulos (DEM).


Todos os Direitos Reservados à Muriaé News - Criado e Desenvolvido por Desenvolvido por HPMAIS